Entre palcos e turnês, muito se passou na história de Rapha Moraes. Desde a fundação da Poléxia, onde foi baixista, passando pela banda Nuvens e chegando em sua carreira solo, muitas vertentes puderam ser vistas do Rapha compositor, cantor, arranjador, ator e multi-instrumentista. São cinco discos de estúdio (1 com a Poléxia, 2 com o Nuvens e 2 solo), dois ao vivos, algumas turnês internacionais e a experiência de quem escreveu sobre vida, amor e, agora, a desconstrução de si próprio.

  

Entre seus prêmios e reconhecimentos, Rapha Moraes tem um 3º lugar no Prêmio Saraiva de música, que incluiu dezenas de artistas de todo o Brasil, e o prêmio de “Melhor Composição Musical – Troféu Gralha Azul”, como ator e compositor em 2012 pela peça “Satyricon Delírio”, do Grupo Delírio de Teatro.

  

O disco “Corações de Cavalo” (2016) marca a estreia da nova fase do cantor, que agora assina como Rapha Moraes & The Mentes, nome sugerido pelo ex-Mutantes Arnaldo Baptista após ouvir uma prévia do disco. A nova formação conta com Allan Yokohama (guitarra, violão e produção do disco), Amandio Galvão (guitarra), Juninho Júnior (bateria), Marcos Nascimento (baixo e percussão) e Rapha Moraes (voz, composição, produção do disco e baixo).